Rio2016: Angola joga cartada decisiva nos 400 m

Esperanças depositadas em José Chamoleia (arquivo) (Foto: Cortesia de Marcelino Camões)

A selecção nacional de atletismo joga nesta sexta-feira cartada decisiva para mudar a história nestes Jogos Paralímpicos que decorrem no Rio de Janeiro.

José Chamoleia e Octávio dos Santos entram para a pista do estádio Olímpico João Havelange para a semi-final dos 400 metros, na derradeira tentativa de lograr o objectivo do Comité Paralímpico Angolano de chegar a uma final e tentar “assaltar” um lugar ao pódio.

Após eliminações nos 100 e 200 metros para deficientes visuais (classe T11), na prova que inicia às 17: 45 local, os angolanos terão os mesmos adversários das especialidades anteriores com destaque para o namibiano Ananias Shikongo, os brasileiros Felipe Gomes e Daniel Silva e o chinês Zetan Fan.

Quinta-feira, Befília Buio foi eliminada na semi-final dos 1500 metros, tendo terminado na última posição da sua série. A atleta que vem fazendo trabalho de recuperação devido a dores nos membros inferiores, terminou a prova coxeando.

Entregue em seguida ao departamento médico, a atleta não competiu no período da noite na semi-final dos 400 metros, prova em que a sua compatriota, Esperança Gicasso não obteve qualificação para a final sábado.

Os XV Jogos Paralímpicos terminam domingo (18). O atletismo termina com a final dos 400 metros a partir das 18:36. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA