Brasil: Manifestação de apoio a Dilma Rousseff termina em confrontos com a polícia de São Paulo

(Euronews)

Após a votação no Senado, que destituiu Dilma Rousseff da presidência, um pouco por todo o Brasil, milhares de pessoas saíram às ruas para se manifestar.

Enquanto uns protestam contra o processo de impeachment, que consideram um golpe de Estado, e exigem a demissão do agora presidente Michel Temer, outros, pelo contrário, festejam a decisão do Senado e a saída do poder do Partido dos Trabalhadores e, consequentemente, a saída de Dilma Rousseff e de Lula da Silva.

No centro da cidade de São Paulo, milhares de pessoas manifestaram-se, pelo terceiro dia consecutivo, contra o Governo de Temer e contra o processo de destituição.

O que começou por ser uma marcha pacífica degenerou, esta quarta-feira, em confrontos com as forças de segurança. (Euronews)

A polícia militar recorreu a gás lacrimogéneo e a canhões de água para dispersar a multidão.

Durante os confrontos, várias montras e viaturas foram vandalizadas.

Segundo os media locais, algumas pessoas ficaram feridas. (Euronews)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA