Presidente iraniano chega a Cuba para se reunir com irmãos Castro

(AFP)

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, chegou nesta segunda-feira (19) a Cuba, considerada por Teerão um “país amigo”, para se reunir com seu homólogo Raúl Castro, e com seu irmão, o líder histórico Fidel Castro.

Rouhani desembarcou em Havana às 13h locais (14h, horário de Brasília), segundo a imprensa local.

Na semana passada, o presidente Rouhani havia anunciado que faria uma visita de 24 horas a um “país amigo e revolucionário”, antes de seguir viagem para Nova York para participar da Assembleia Geral da ONU.

A agência pública de notícias iraniana Irna informou que, durante sua permanência na ilha, ele se reunirá com Raúl Castro e com o pai da Revolução Cubana, Fidel, afastado do poder há uma década. O comandante Castro completou 90 anos em Agosto passado.

“Para nós, a paz e a não ingerência nos assuntos internos dos outros países, sua soberania nacional, a consulta e a coordenação sobre os problemas do mundo em desenvolvimento e do mundo inteiro são importantes”, afirmou o presidente iraniano.

A visita de Hassan Rouhani foi precedida, há um mês, pela de seu chanceler, Mohammad Javad Zarif. Em Havana, Zarif disse se tratar de um “momento oportuno” para iniciar “um novo caminho” entre os dois países.

Além dos encontros programados para esta segunda-feira (19), Teerão e Havana devem assinar uma série de acordos de cooperação, inclusive de energia, em um momento em que Cuba enfrenta sérios problemas, devido a uma queda considerável no fornecimento de petróleo venezuelano.

Em Agosto passado, Zarif mencionou a possibilidade de estreitar a cooperação em indústria, energia e tecnologia científica.

Vinculados principalmente por divergências comuns com Washington, ambos os países mantêm posições complementares nas organizações internacionais. Enquanto Teerão condena o embargo dos Estados Unidos contra Cuba, Havana apoia o direito do Irão a desenvolver seu programa nuclear com fins pacíficos. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA