Presidente da Portela é assassinado no Rio

(Serguey Monin / Sputnik Brasil)

O presidente da Escola de Samba Portela, Marcos Vieira Souza, 52 anos, conhecido como Marcos Falcon, candidato a vereador pelo município do Rio, foi morto a tiros de fuzil na tarde desta segunda-feira (26), informou Agência Brasil.

Ele foi vítima de uma emboscada, feita por quatro homens em um carro, perto do comitê de campanha, na Rua Maria José, em Oswaldo Cruz, zona norte da cidade.

Falcon era candidato pelo PP e assumiu o comando da escola de samba de Madureira há menos de um ano. Antes, ele ocupava o cargo de diretor administrativo da Portela. Falcon era subtenente da Polícia Militar e durante vários anos foi lotado na Divisão Antisequestro da Polícia Civil, onde participou da libertação de várias pessoas sequestradas no Rio, entre elas, empresários de ônibus.

O titular da Divisão de Homicídios da Capital, delegado Rivaldo Barbosa, detalhou como foi a mecânica do crime.

“Foram quatro homens em um carro que estacionou na porta do comitê. Três deles desceram armados de fuzil, enquanto o motorista aguardava ao volante. Dois dos assassinos entraram no comitê, enquanto o terceiro ficou do lado de fora. A ação foi rápida e foram disparados dezenas de tiros, sem chance de reação da vítima, que morreu na hora. Muitos dos tiros atingiram a cabeça de Falcon”, informou Rivaldo.

O delegado Rivaldo Barbosa disse ainda que o crime foi uma execução sumária. “Foi uma ação direcionada a Falcon. Uma execução sem chances de defesa. O policial foi atingido por vários tiros”, afirmou Rivaldo. (Sputnik)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA