População exortada a colaborar para evitar a febre amarela

Miguel de Oliveira - Director Nacional de Saúde Pública (Foto: Joaquina Bento)

A população deve colaborar para a eliminação total da febre amarela com atitudes simples como apanhar a vacina e combater os mosquitos dentro de suas casas ou em outras lugares, exortou quarta-feira, em Luanda, o director nacional de saúde pública, Miguel de Oliveira.

O director, que falava durante um café de ideias com jornalistas, disse que muitas pessoas têm medo de apanhar a vacina, alegando que a mesm cria diversos constrangimentos à saúde, acrescentando ser um mito, pois só trás grandes benefícios e segurança.

Segundo o responsável, as caixas de água, tanques e outros reservatórios, tais como latas e garrafas vazias, pneus e calhas, devem ficar sempre tapados.

De acordo com a fonte, o Aedes Aegypti é um vector de doenças graves, como dengue e febre amarela.

Para si, pequenas acções são fundamentais para evitar muitas doenças e uma delas é a lavagem das mãos com água e sabão .

Fez saber que o aumento das chuvas, o clima quente e o lixo criam condições para a produção e multiplicação de insectos que transmitem doenças, por isso, todos devem ajudar a destruir os criadouros de mosquitos e de outros insectos nos bairros e aldeias.

Avançou que muitos doentes acometidos de febre amarela podem evoluir para um estado mais grave, apresentando sangramento nas gengivas, nariz, estômago, intestinos, urina e fezes, por isso, a doença só pode ser tratada numa unidade sanitária e com toma de medicamentos receitados. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA