Político pede maior envolvimento de militantes nas iniciativas comunitárias

Jesuino da Silva - 2º Secretário Provincial do MPLA (Arquivo) (Foto: Joaquina Bento)

O segundo secretario provincial do MPLA em Luanda, Jesuino Silva, pediu aos militantes do partido para que sejam mais acutilantes nas suas zonas de residência, participando nas iniciativas de desenvolvimento das comunidades.

Segundo politico, os militantes, para além das acções partidárias, devem também fazer o levantamento dos problemas do seu bairro e comunidade e levá-los a estruturas afins para os resolver.

Jesuino Silva acredita que deste modo o partido cumprirá a sua máxima “O mais importante é resolver os problemas do povo”.

O dirigente politico que falava à imprensa a propósito do acto de apresentação de novos Comités de Acção de Sectores (CAS) no Distrito Urbano do Kilamba Kiaxi, afirmou que o partido sempre esteve com o povo “e a vitalidade da população no bairro Havemos de Voltar demonstra a vontade que tem em continuar a apostar no MPLA para dirigir o destino do país.

Em relação a apresentação dos CAS e respectivos comités de Acção disse ser um grande trabalho de profundidade política, admirável e acentuada.

“Apresentar cerca de 200 comités de acção a nível do bairro, é uma obra que merece a atenção e reconhecimento do Comité do MPLA em Luanda.

Já a primeira secretaria do MPLA no município de Luanda, Mara Quiosa, instou os militantes a colaborar nos programas do Executivo para bem das comunidades.

Mara Quiosa aconselhou os militantes a trabalhar com o executivo para o progresso das suas comunidades.

“Quando o Governo promove uma campanha de limpeza no seu bairro pega numa vassoura e participa também ”, instou.

A primeira secretaria do MPLa no município de Luanda falou também da necessidade de formação dos militantes do MPLA para que conheçam o estatuto e a vida interna do Partido.

Pediu aos militantes que consultem a moção de estratégia do líder do MPLA para uma participação activa rumo a vitoria nas próximas eleições.

O primeiro secretario distrital do partido no Kilamba Kiaxi, Domingos Lourenço, afirmou que o MPLA é constituído por 233 CAS e a meta diária da direcção local do partido será a constituição de 200 CAPs até 30 de Setembro, altura em que termina o programa de crescimento do partido e recrutamento de novos membros.

Domingos João Lourenço informou que em finais de Setembro o MPLA no Kilamba Kiaxi prevê a abertura de quatro mil 500 CAPs.

Informou que actualmente o Distrito tem mais de 100 mil militantes do MPLA e perspectiva é atingir 800 mil. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA