Participantes defendem abertura de espaços de estágios nas empresas

Participantes durante encerramento da conferência sobre ensino superior. (Foto: ANTÓNIO ESCRIVÃO)

Os participantes a Conferência Internacional sobre o Financiamento do Ensino Superior, que decorreu nos dias 1 e 2 de Setembro, no Centro de Conferências de Belas, em Luanda, defenderam a abertura de espaços de estágios e de formação de estudantes nas empresas.

As mais de duas centenas de pessoas ao evento concluíram ainda, que as instituições de ensino superior devem promover a formação humana, cientifica, técnica e tecnológica dos quadros e a necessidade de criação de uma lei específica sobre o financiamento do órgão, assente numa filosofia de partilha de custos entre fontes públicas e privadas.

De acordo com as conclusões, a formação de quadros superiores deve contribuir na melhoria do bem estar das populações e para o desenvolvimento sustentável do país, com base nas prioridades estabelecidas pelo Executivo.

A necessidade de divulgação e promoção das boas práticas e experiência de sucesso na gestão de instituições do Ensino Superior e a urgência de aprimoramento dos mecanismos de comunicação e o estabelecimento de uma rede de partilha de experiencias entre as estruturas nacionais e internacionais, fazem igualmente parte das conclusões finais do evento.

Sob iniciativa da Fundação Sagrada Esperança em colaboração com o Ministério do Ensino superior, a Conferência Internacional sobre o Financiamento do Ensino Superior, contou com a presença de mais duas centenas de participantes, entre eles deputados, governantes e reitores e outras entidades.

Durante os dois dias ( 1 e 2 ) a conferencia realizada sob lema “ Diversificar as Fontes de Financiamento para Fortalecer o Ensino Superior “, foi organizada em cinco painéis e contou com a apresentação de 19 e prelecções, seguidas de debate aberto. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA