Obras nas estradas sinalizam a nova era

(Foto: Contreiras Pipa)

Executivo deu luz verde ao Ministério da Construção para iniciar plano de consignação de empreitadas com empresas parceiras chinesas no âmbito da estratégia nacional de interligação por via terrestre e que vai em poucos meses devolver comodidade e segurança à circulação de cargas e pessoas.

430 QUILÓMETROS DE ESTRADAS. Representa o troço Cabo Ledo/ Lobito, províncias de Luanda e Benguela, na Estrada Nacional nº 100, que vão ser recuperados.

185 MILHÕES DE DÓLARES. É o valor mínimo que o Ministério da Construção deverá desembolsar para permitir a recuperação integral do traçado asfáltico entre províncias.

1320 POSTOS DE TRABALHO. Vão ser criados nas diferentes cinco fases em que se subdividiu a empreitada, que vai ter o concurso de iguais número de firmas chinesas.

14 MESES. É o tempo previsto para a duração das obras de recuperação dos troços de via segundo previram a tutela e as empresas contratadas. (jornaldeeconomia)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA