Ministro da Defesa Nacional aborda cooperação com diplomatas do Brasil e Chile

João Lourenço, Ministro da Defesa Nacional (à dir.) recebe Norton de Andrade Mello Rapesta - Embaixador do Brasil (Foto: Joaquina Bento)

O ministro angolano da Defesa Nacional, João Manuel Lourenço, recebeu hoje (quinta-feira), em audiências separadas, em Luanda, os embaixadores das repúblicas Federativa do Brasil e do Chile, respectivamente, Norton de Andrade Mello Rapesta e Carlos Parker.

Durante os encontros, o titular da pasta da Defesa abordou com os diplomatas questões ligadas ao sector, bem como eventuais áreas de intervenção dentro da cooperação bilateral existentes com ambos países.

À saída da audiência, Carlos Parkert, embaixador extraordinário e plenipotenciário da República do Chile acreditado em Angola, disse ter sido um encontro frutífero, pois permitiu avaliar e encontrar uma possível intervenção, na vertente segurança marítima.

Deu a conhecer que, neste sentido, está prevista para os próximos tempos a visita do ministro chileno da Defesa, durante a qual poderá ser rubricado um acordo de cooperação.

Referiu, por outro lado, que Angola pode esperar desta cooperação a transmissão de experiências do seu país, tendo considerado os desafios de comuns.

Salientou igualmente que com Angola existem já acordos de cooperação nos domínios das pescas, agricultura e indústria.

Por outro lado, o embaixador extraordinário e plenipotenciário da República Federativa do Brasil, acreditado em Angola, Norton de Andrade Mello Rapesta, disse ter passado em revista assuntos relacionados com a cooperação, sobretudo nos domínios da formação.

De acordo com o diplomata, as relações entre os dois países possuem um grande potencial de crescimento, tendo o encontro servido igualmente para analisar outras possibilidades, assim como a troca de experiências nos mais variados ramos.

Lembrou ainda que durante o conflito que Angola viveu, Brasil sempre prestou o seu apoio. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA