Ministra da Cultura destaca contributo de António Didalewa no alcance da independência nacional

Carolina Cerqueira (Foto: F. Miudo)

A ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, destacou nesta quinta-feira, em Luanda, o contributo do governador do Cunene, António Didalewa, na luta pela independência nacional e na defesa dos valores culturais.

Em nota de condolências a que a Angop teve acesso, a ministra, que regia a morte do governador do Cunene ocorrida na quarta-feira, em Luanda, vítima de doença, destaca que António Didalewa foi um defensor exemplar dos valores culturais e ancestrais das comunidades locais e do povo angolano.

O governador, que contava com 61 anos de idade, integrou as fileiras do MPLA desde 1974 e participou na Guerra de Libertação Nacional, tendo cumprido com zelo, disciplina e espírito militante e patriótico todas as missões.

Nascido no município do Cuanhama (Cunene), era doutorado em economia e docente universitário.

Durante muitos anos desempenhou as funções de vice-reitor da Universidade Agostinho Neto, para o Centro Universitário da Huíla.

Foi nomeado governador da província, que o viu nascer, em Outubro de 2008. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA