Messi sofre ruptura muscular e deve desfalcar Argentina nas eliminatórias

Messi (AFP)

Lionel Messi sofreu uma ruptura muscular durante o empate em 1 a 1 com o Atlético de Madrid, nesta quarta-feira (21), pela 5ª rodada da Liga Espanhola, e deve ficar fora dos gramados por três semanas, correndo sério risco de desfalcar a selecção argentina nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

“Leo Messi sofreu uma ruptura muscular no adutor da perna direita. O tempo aproximado de baixa será de três semanas”, afirmou o Barça em um comunicado.

Com esse prazo, o craque não deve poder voltar a tempo para defender a “alviceleste” nas partidas contra Peru e Paraguai, marcadas para 6 e 11 de Outubro.

Messi também perderá partidas importantes com o Barça: contra o Sporting Gijón, no próximo sábado (24), na Liga Espanhola, e no campo do Borussia Moenchengladbach, em 28 de Setembro, pela segunda rodada da Liga dos Campeões.

Aos 29 anos, o cinco vezes melhor do mundo vem sofrendo dores musculares na coxa desde o início da temporada. Recentemente, o clube informou que reduziu sua carga de treinamento para poupá-lo.

Por conta desse mesmo problema, ele desfalcou a Argentina no empate em 2 a 2 com a Venezuela, em 6 de Setembro, mas acabou retomando a competição com o Barça antes do previsto, quatro dias depois, na derrota por 2 a 1 para o Alaves.

Nesta quarta-feira, o camisa 10 sentiu a coxa aos 11 minutos do segundo tempo, depois de uma arrancada, e pediu para sair, dando lugar ao turco Arda Turan.

A saída de Messi acabou mudando a cara da partida, que o Barça vencia por 1 a 0, e o Atlético arrancou o empate pouco depois.

Com o tropeço diante dos “colchoneros”, no Camp Nou, os catalães ficaram em terceiro lugar no campeonato nacional, três pontos atrás do líder e arqui-rival Real Madrid, deixando o Sevilla assumir a vice-liderança. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA