Lunda Sul: Município de Cacolo necessita médicos

(DR)

Pelo menos dez médicos, de diversas especialidades, são necessários no município de Cacolo, província da Lunda Sul, para assegurarem o bom funcionamento dos hospitais da região e garantirem um serviço clínico mais eficaz à população.

A informação foi avançada, quarta-feira, à Angop, pelo director municipal da Saúde de Cacolo, Pablo Fele, tendo referido que a circunscrição conta apenas com um médico de nacionalidade cubana, que atende os pacientes no Hospital Municipal, dos quatro centros médicos e dos sete postos de saúde existentes na região.

Segundo o responsável, o município necessita igualmente de 50 enfermeiros, para se juntarem a 61 que já funcionam nas unidades médicas da região.

“Com esse número de especialista será possível melhorar a qualidade da assistência médica e medicamentosa nas unidades sanitárias da circunscrição.

Apontou a malária, as infecções diarreicas e respiratórias agudas, o sarampo e a gastrite como as patologias mais frequentes naquela unidade sanitária.

O município de Cacolo, com 30 mil e 525 habitantes, é constituído elas comunas de Cacolo, Alto Chicapa, Xassengue e Cucumbi. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA