Juncker propõe duplicar plano europeu de investimentos

(Negocios)

Falando sobre o Estado da União, no Parlamento Europeu, o presidente da Comissão Europeia defendeu ainda uma interpretação inteligente das regras orçamentais mas não sugeriu alterações.

O presidente da Comissão Europeia defendeu a duplicação do plano europeu de investimentos, argumentando ser necessário fazer mais para relançar o crescimento económico e o emprego nos países da União Europeia. “Proponho que o plano seja duplicado nos seus montantes e duração”, disse. O chamado “Plano Juncker” assenta actualmente num fundo de 21 mil milhões de euros que se acredita ter a capacidade de alavancar mais de 300 mil milhões de euros de investimentos.

Falando sobre o Estado da União, perante o Parlamento Europeu, Jean-Claude Juncker disse que as baixas taxas de juro do BCE permitiram aos governos europeus poupar 50 mil milhões de euros em juros, valor que pode e deve ser posto ao serviço da economia e da redução da dívida pública. Insistiu que as regras orçamentais devem ser interpretadas de forma “inteligente”, mas ao contrário do que chegou a ser noticiado não propôs mais alterações ao Pacto de Estabilidade, designadamente a retirada de algumas rubricas de despesa do défice orçamental que conta para Bruxelas apurar a violação (ou não) do limite de 3% do PIB. (Negocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA