Inaugurada fábrica de sumos e embalagens

Complexo Viana Park, Pólo Industrial de Viana, Luanda. (Foto: D.R.)

Uma fábrica de sumos, com capacidade para produzir 225 mil litros por dia, foi inaugurada ontem no Pólo Industrial de Viana, em Luanda, pelo secretário de Estado da Indústria, Kiala Gabriel.

Construída numa área de dois hectares, a fábrica, que gerou 210 postos de trabalho  directos, produz sumos de fruta da marca “Lulu”, que já estão a ser comercializados no mercado nacional.
Num investimento de mais de quatro milhões de dólares, a fábrica produz sumos com frutas importadas da Índia, Espanha e Brasil.
Ainda no Pólo Industrial de Viana, foi também inaugurada uma fábrica de embalagens de produtos alimentares, com capacidade para empacotar 50 unidades de um quilo cada por minuto, de diversos produtos como arroz, trigo, massa, feijão e açúcar, entre outros.
A fábrica foi construída numa extensão de um hectare e gerou 15 posto de trabalho directos. Trata-se de um investimento de 5 milhões de dólares, financiado pelo Banco Angolano de Investimentos.

O secretário de Estado da Indústria, Kiala Gabriel, disse que a inauguração das duas fábricas é a demonstração dos esforços que o Executivo está a fazer para alavancar cada vez mais a actividade económica, apesar da crise económica e financeira que Angola enfrenta, causada pela redução do preço do barril de petróleo.

Kiala Gabriel apelou aos empresários que têm projectos de fábricas a implementar no Pólo Industrial de Viana para serem mais céleres na sua conclusão, uma vez que o Governo está a dedicar todo o apoio necessário, sobretudo na aquisição de divisas.
Referindo-se à reabilitação das fábricas, Kiala Gabriel disse que o processo já está na sua fase final.
Kiala Gabriel informou que três empresas têxteis já foram reabilitadas, modernizadas, ampliadas e especializadas, no âmbito de uma linha de crédito do Japão.
O director-geral da fábrica de sumos, Pedro Cerdeira, disse que um dos principais objectivos da sua instituição é a redução da importação de sumos para a Angola. “Os sumos oferecem uma enorme quantidade de vitaminas e sais minerais que o organismo necessita, contribuindo para o bom estado do mesmo”, acrescentou.
Paula Teles, uma das responsáveis da Comissão Executiva da fábrica de embalagens, realçou a importância do produto. Para ela, a embalagem é fundamental no processo logístico de qualquer sector da economia ao optimizar a ocupação de espaços e facilitar o manuseio nas etapas de transporte, armazenagem e distribuição. (jornaldeangola)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA