Huambo: Kundi Paihama consola população do Cunene

Kundi Paihama - Governador do Huambo (Foto: Edilson Domingos)

O governador da província do Huambo, Kundi Paihama, tranquilizou hoje, sexta-feira, à população do Cunene a estar calma e a seguir o exemplo patriótico e de excelente académico do seu homólogo desta região do país, António Didalelwa, falecido na última quarta-feira, vítima de doença, em Luanda.

Em declarações à Angop, o governador do Huambo pediu a população da província do Cunene a manter-se calma e tranquila, seguindo, deste modo, os bons feitos do malagrado, para que a região possa continuar a trilhar os caminhos do progresso e do desenvolvimento.

De malas feitas para província do Cunene, a fim de assistir ao funeral do governador António Didalelwa, previsto para sábado, dia 03, Kundi Paihama disse ser uma perca irreparável, tendo em conta o seu carácter e o seu contributo na luta de libertação nacional, além de ter sido um brilhante estudante e, ao mesmo tempo, militante do MPLA, onde chegou a ser 1º secretário provincial do Cunene.

Sabe-se, prosseguiu, a província do Cunene é uma região bastante sofrida, por isso, consideramos António Didalelwa um herói, por aquilo que fez em prol daquela população.

Kundi Paihama descreve que com o seu talento, António Didalelwa tinha sempre uma palavra a dizer, quando o assunto era dar contribuição construtiva para o bem do Governo e do MPLA, em particular, e da população, em geral.

Este desaparecimento prematuro, segundo o governador, surpreendeu-o bastante, justamente neste momento de imensos desafios para pôr em prática todas as orientações saídas do VII Congresso Ordinário do MPLA. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA