EUA visa informações de inteligência com queda de Mossul

Tropas iraquianas são vistas em Ash Sharqat, a 80 km ao nordeste de Mossul, no dia 22 de Setembro de 2016 (Afp)

O Pentágono espera obter um grande volume de informação de inteligência do grupo Estado Islâmico, incluindo sobre suas redes estrangeiras, com a queda de Mossul, a grande cidade do norte do Iraque em poder dos jihadistas.

Muitos dos 615 militares adicionais que Washington decidiu enviar ao Iraque são especialistas em inteligência que ajudarão os iraquianos a utilizar o mais rápido possível a informação obtida com a conquista da cidade.

“Após a libertação de Mossul podemos esperar um grande volume de informação de inteligência”, declarou o porta-voz da coligação, coronel John Dorrian, em vídeo-conferência a partir de Bagdad.

A coligação espera encontrar computadores, discos rígidos, memórias USB e outros dispositivos abandonados pelo Estado Islâmico durante os combates, como ocorreu durante a recente recuperação da cidade síria de Manjib.

Em torno de 20 terabytes de informação foram recuperados na tomada de Manjib, cidade que serviu como centro logístico para o Estado Islâmico na zona de fronteira com a Turquia.

“A informação obtida em Manbij foi distribuída entre os serviços de segurança europeus”, assinalou Dorrian. (Afp)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA