Especialista defende que vitória de Guterres beneficia de forma directa Angola

(Foto: D.R.)

Para o especialista em Relações Internacionais Belarmino Van-Dúnem, uma eventual victória de António Guterres ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas fará com que tenha mais sensibilidade às questões dos países africanos de expressão portuguesa, incluindo Angola.

O processo vai já na quinta votação e nele António Guterres tem conseguido estar à frente de outros candidatos, de acordo com o professor universitário, isto demonstra que Guterres está numa posição privilegiada para chegar ao tão almejado cargo de secretário-geral das Nações Unidas.

Para Belarmino Van-Dúnem, a candidatura de Guterres beneficia de forma directa todos os países de língua oficial portuguesa, por permitir que haja pela primeira um secretário- geral que conhece estes países por dentro. “A língua portuguesa não é uma língua de trabalho na ONU, portanto é simbólico um secretário-geral que se expressa em português”, disse.

De acordo com o professor universitário, António Guterres, quando esteve em Angola, em Julho último, a solicitar o apoio das autoridades angolanas à sua candidatura, terá dito que sofreu também na pele toda a trajectória menos boa que Angola teve e que agora vê com bons olhos não só os progressos que o país tem alcançado ao nível interno, mas também a proactividade e a liderança de Angola nas questões internacionais. (OPAIS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA