Egipto quer investir no mercado angolano de energia solar

Moxico : Painéis Solares que Fornecem Energia à Maternidade Municípal do Alto Zambeze (Foto: Gaspar dos Santos)

Empresas egípcias ligadas às energias renováveis manifestaram o interesse em investir no sector de energia solar em Angola, por dispor potencialidades para o efeito, segundo uma nota de imprensa da Câmara de Comércio e Indústria de Angola (CCIA).

De acordo com a nota da câmara chegada hoje à Angop, recentemente o embaixador angolano no Egipto, António da Costa Fernandes, manteve um encontro com os presidentes das empresas egípcias Nord e Contaqa, no qual esses gestores manifestaram o interesse em investir em Angola no segmento da energia solar.

Atef Zayed da Nord e Tarek Nasr da Contaqa demonstraram o interesse em visitar Angola nos próximos tempos, para negociar com as autoridades angolanas e encontrar eventuais parceiros, visando a produção de energia solar no país.

Para tal, os ministérios da Energia e Água, Indústria, assim como a Câmara de Comércio e Indústria de Angola terão que desenvolver uma estratégia para definir as modalidades de cooperação.

O sol é uma fonte de energia renovável, segura, limpa e com poucos níveis de poluição, podendo ser usada em diversas aplicações e actividades em zonas rurais e urbanas e tem baixo custo.

A energia solar serve para a iluminação de ruas, estradas, outdoor, para o funcionamento de diversos sistemas de telecomunicações e nos sistemas de água, para uso doméstico e diversos fins.

A Agência Espacial Norte-americana (NASA) anunciou que o mês de Agosto foi o mais quente do ano, a nível global desde 136 anos. A necessidade de produção de energias com menos dióxido de carbono permitirá que os governos a nível mundial invistam na produção de infra-estruturas de energias solares. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA