Cunene: Responsável pede mais mobilização sobre registo eleitoral

Cunene: José de Nascimento Veyelenge - Governador Exercício no Cunene (Foto: José Cachiva)

O governador em exercício da província do Cunene, José do Nascimento Veyelenge, encorajou nesta terça-feira, em Ondjiva, os partidos políticos a reforçarem as acções de mobilização dos cidadãos sobre o processo de actualização de registo eleitoral.

Ao intervir num seminário de capacitação sobre Registo Eleitoral, referiu que os partidos políticos devem continuar a ajudar na mobilização dos cidadãos para se registarem, na base da disciplina.

“A actualização do registo eleitoral vai permitir que cada cidadão nacional tenha o direito de votar, escolher o partido e o Presidente que o convencer, daí que a mobilização deve ser abrangente”, expressou.

Aconselhou aqueles que já fizeram a actualização dos cartões a verificarem se os dados estão correcto e se existem erros, para serem corrigidos o mais rápido possível.

A primeira fase do registo eleitoral, iniciada a 25 de Agosto, vai até 20 de Dezembro de 2016, e a segunda fase obedece um calendário de 5 de Janeiro a 31 de Março do próximo ano.

Por sua vez, o director provincial dos Registos na Huíla, António Venâncio, encorajou as mulheres a participarem activamente no processo, durante uma palestra subordina ao tema “A importância do Registo Eleitoral como um Contributo ao Desenvolvimento da Democracia”.

A palestra foi iniciativa da Organização da Mulher Angolana (OMA) e dirigida às suas filiadas dos 14 municípios, no quadro da jornada do “Herói Nacional”, cuja data se celebrou sábado último.

Na ocasião, o responsável disse que as campanhas de sensibilização para o registo eleitoral estrategicamente privilegiam o contacto interpessoal, através dos agentes de educação moral e cívica, na sensibilização da população, para que possam fazer a sua prova de vida.

Frisou que o sucesso do processo depende de uma boa organização do recenseamento e da intensidade do trabalho de educação moral e cívica a cargo do órgão competente, dos partidos políticos, das organizações não governamentais e da sociedade em geral.

Já o administrador municipal de Saurimo, Gregório Miasso, encorajou nesta terça-feira os partidos políticos a intensificarem as acções de mobilização e sensibilização junto dos militantes e da população, para fazerem o registo eleitoral.

Em declarações à imprensa, no final da reunião de balanço dos 25 dias de registo no município, com os representantes dos partidos MPLA, UNITA, FNLA PRS e CASA-CE, explicou que cada agente registador deve actualizar no mínimo 120 eleitores/dia.

Informou que, “pela pouca aderência da população aos postos, esta cifra nunca foi atingida”, daí os partidos políticos terem de reforçarem os trabalhos de educação cívica junto dos eleitores”.

Considerou positivo o andamento do processo de actualização do registo eleitoral no município de Saurimo, a julgar pelos 85 porcento atingidos, dos 100 que se pretende alcançar.

Já os representantes dos partidos políticos afirmaram que o processo decorre a bom ritmo e sem constrangimentos, porquanto a participação dos agentes de fiscalização é satisfatória.

Reconheceram também a contribuição das igrejas no processo da mobilização dos seus fiéis e apelara os líderes religiosos a continuarem a maximizar o registo.

Para esta fase do processo estão disponíveis 7 brigadas no município de Saurimo, com 18 fiscais.

Na mesma senda do registo, as autoridades tradicionais do reino do “Ndongo Ngola Kiluanje Kia Samba”, província de Malanje, actualizaram hoje os dados.

O facto ocorreu quando procediam à homenagem à estátua da Rainha Nginga Mbandi.

Para o rei Buba Nvula Dala Mana, é necessário que os cidadãos da província participem neste processo, para no futuro conseguirem escolher os dirigentes do país.

Já a rainha Ganga Mona disse que o processo de actualização do registo eleitoral na sua localidade decorre sem sobressalto.

De igual modo, o director provincial dos Registos no Cuando Cubango, José Martins, considerou satisfatório o andamento do registo eleitoral naquela região.

Avançou que o processo vai contar com um universo de 217 brigadistas eleitorais, numa altura em que já conta com 110 brigadistas, incluindo os 70 em formação.

Assegurou que esta não será a última fase de formação, porquanto está programada a terceira para acontecer no próximo mês de Outubro do ano em curso.

Na província do Huambo, 90 brigadistas eleitorais começaram a ser formados nesta terça-feira, para depois juntarem-se aos 60 que, desde o dia 25 de Agosto, estão envolvidos no processo de actualização do registo eleitoral.

Durante cinco dias, vão aprender as técnicas de registo, a legislação eleitoral e o manuseio dos equipamentos em uso na actividade.

Ao intervir no acto de abertura da formação, o chefe do departamento do Registo Eleitoral na província do Huambo, Abel Víctor Lucamba, disse que o aumento de brigadistas tem por finalidade acelerar o processo de actualização, para que as metas preconizadas sejam alcançadas.

Referiu que, desde o inicio do processo, foram já actualizados cerca de 90 mil cartões eleitorais, cifra considerada reduzida.

Na província do Huambo, disse Abel Víctor Lucamba, prevê-se actualizar 746 mil e 537 eleitores, até ao fim do processo, em Dezembro.

Admitiu que a extensão territorial da província do Huambo, com 11 município, 34 comunas e centenas de aldeias, requer mais brigadistas. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA