Ler Agora:
Cuanza Norte: Preços de produtos da cesta básica reduz em Ndalatando
Artigo completo 2 minutos de leitura

Cuanza Norte: Preços de produtos da cesta básica reduz em Ndalatando

Os preços de alguns produtos da cesta básica registaram, nas últimas semanas, uma baixa nos mercados informal e formal da cidade de Ndalatando, sede da província do Cuanza Norte, dando certo conforto e poder de compra aos consumidores.

Numa ronda feita na sexta-feira, pela à Angop, em vários estabelecimentos comerciais locais constatou-se a baixa de preços de alguns produtos da cesta básica como óleo alimentar, massa alimentar, arroz, farinha de milho e de trigo, bem como açúcar.

Um gerente de uma loja, que se identificou apenas por Sidi, admitiu que o preço de saco de arroz de 25 quilogramas, que até a semana passada custava 10 mil e 500 kwanzas, baixou para sete mil e 500 kwanzas, a caixa de massa alimentar de quatro mil e 500 para três mil e 800 kwanzas.

Num outro estabelecimento comercial, constatou-se que um bidon de 20 litros de óleo alimentar que custava 20 mil kwanzas está agora a ser comercializado ao preço de 11 mil kwanzas, enquanto o de cinco litros reduziu de quatro mil e 500 para três mil e 500 kwanzas.

O gerente do referido estabelecimento comercial, de nacionalidade mauritaniana, e que se recusou a identificar-se atribuiu a descida dos preços ao acesso facilitado às divisas para a importação de mercadorias, que se tem vindo a registar nos últimos dias, fruto das novas políticas cambiais do Banco Nacional de Angola (BNA).

Por outro lado, a satisfação surgiu também dos consumidores, sobretudo com o da farinha de trigo, que motivou nos últimos meses a subida do preço do pão e a redução do seu tamanho, agora a ser comercializado a 12 mil, contra os 22 mil kwanzas praticados anteriormente.

Manuel Neves, um dos consumidores entrevistados, considera que a redução dos preços de alguns produtos da cesta básica representa um alívio para as famílias que viram, durante vários meses, o seu poder de compra baixo.

Louva os esforços que o Governo tem vindo a empreender no sentido de devolver o poder de compra aos cidadãos.

A mesma satisfação foi manifestada pelos cidadãos António Domingos e Maria Manuel que esperam a redução dos preços de outros produtos indispensáveis a vida das famílias. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »