Crise na RDC vai à análise nos EUA

Ministro das Relacções Exteriores, Georges Chikoti (arq) (Foto: Lino Guimaraes)

O ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, reúne-se neste sábado, em Nova Iorque (EUA), com o seu homólogo dos Negócios Estrangeiros da República Democrática do Congo (RDC), Raimond Tshibanda, para analisar a situação política naquele país africano, indica uma fonte diplomática de Angola nos Estados Unidos da América.

Segundo a fonte, “as autoridades angolanas acompanham com preocupação a situação política na RDC”, onde a oposição realiza manifestações contra o Presidente Joseph Kabila.

De acordo com a fonte, o chefe da diplomacia do governo de Joseph Kabila apenas chegou quinta-feira à NY, dia em que discursou na Assembleia Geral da ONU, em representação do Chefe de Estado do seu país.

Informou que sexta-feira decorreram, na sede da ONU, em Nova Iorque, consultas informais sobre a situação na RDC.

Participaram na reunião representantes dos EUA, UE, do Conselho de Paz e Segurança da UA e Saíd Djinnitt, enviado especial de Ban Ki-Moon para os Grandes Lagos.

Pela parte angolana estiveram o ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, o secretário de Estado das Relações Exteriores, Manuel Augusto e os embaixadores Joaquim do Espírito Santo, director da Direcção África, Médio Oriente e Organizações Regionais do MIREX, e Ismael Martins, representante permanente de Angola junto da ONU.

A reunião decorreu à porta fechada.

A RDC é membro da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos (CIRGL) e da SADC. Vive um clima de tensão, devido as manifestações convocadas pela posição, que levaram à morte de mais de 50 cidadãos, em confrontos com a polícia. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA