Coreia do Norte diz que não aceitará ‘chantagem’ nuclear dos EUA

Sul-coreanos assistem em estação ferroviária de Seul o anúncio do teste nuclear da Coreia do Norte (AFP)

A Coreia do Norte afirmou neste sábado que não será submetida à “chantagem” nuclear dos Estados Unidos, um dia depois de Pyongyang provocar a revolta da comunidade internacional com seu quinto e mais potente teste nuclear.

“Já passou o tempo em que os Estados Unidos poderiam fazer chantagens nucleares unilaterais contra a RPDC (República Popular e Democrática da Coreia)”, afirma o jornal estatal Rodong Sinmun.

“O governo dos Estados Unidos está indignado com as fortes medidas militares que a RPDC tem adotado de forma progressiva”, completa o jornal.

O quinto teste nuclear norte-coreano, o mais potente executado até hoje pelo regime comunista, de acordo com Seul, foi condenado pelas potências mundiais. O Conselho de Segurança da ONU decidiu na sexta-feira preparar uma nova série de sanções contra Pyongyang.

O jornal Rodong, citado pela agência oficial KCNA, também atacou a presidente da Coreia do Sul, Park Geun-Hye, que foi chamada de “suja prostituta” das forças estrangeiras.

O comentário é uma resposta à condenação da presidente sul-coreana, durante um encontro com o presidente dos Estados Unidos Barack Obama, aos mais recentes lançamentos de mísseis balísticos de Pyongyang.

O Rodong afirma que a “RPDC não mudará sua posição, apesar desta empregada dos colonos americanos e suja prostituta das forças estrangeiras Park Geun-Hye fazer este escândalo”. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA