Cirurgião diz que técnica de transplante de cabeça foi bem sucedida em um cão

Um cirurgião que espera ser o primeiro a fazer um transplante de cabeça em humanos diz que procedimento foi bem sucedido em cães. (Yahoo)

Um cirurgião que espera ser o primeiro a fazer um transplante de cabeça em humanos diz que procedimento foi bem sucedido em cães.

O cirurgião Sergio Canavero pretende transplantar a cabeça de um homem russo gravemente doente no corpo saudável de um paciente com morte cerebral.

Canavero lançou vários trabalhos científicos essa semana e um vídeo mostrando um cão que ele afirma ter sido capaz de andar novamente após ter sua medula espinhal completamente rompida.

Em outros supostos experimentos, ratos foram capazes de andar após terem suas espinhas rompidas e serem tratados com um produto químico chamado glicol de polietileno.

Mas outros especialistas estão cépticos com a possibilidade, de acordo com a revista New Scientist.

“Esses trabalhos não servem de apoio para experimentos com humanos”, disse Jerry Silver, neuro-cientista da Case Western Reserve University, em Ohio.

Canavero afirma que pesquisadores liderados por Xiaoping Ren, da Harbin Medical University, já realizaram um transplante de cabeça em um macaco, garantindo a circulação de sangue entre o corpo e a nova cabeça.

Eles não tentaram conectar a medula espinhal, mas Canavero diz que a experiência mostra que, caso a cabeça de um macaco seja resfriada a -15 °C, poderia sobreviver à operação sem lesão cerebral.

Canavero admitiu anteriormente que “o objectivo final é a imortalidade”.

Ele diz que já despertou o interesse de pacientes ricos, que gostariam de estender suas vidas transplantando suas cabeças para corpos mais jovens.

O Dr. Canavero disse no ano passado que “novos projectos têm sido financiados, no intuito de prolongar a expectativa de vida e todos estão bem fundamentados.”

“Esses trabalhos não apoiam a possibilidade de testes em humanos”, diz Jerry Silver, um neuro-cientista da Case Western Reserve University, em Ohio. (Yahoo)

por Rob Waugh’s Yahoo Blog

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA