Câmara não consegue notificar Cunha de sessão para votar cassação

(Yahoo)

A Câmara dos Deputados tentou notificar na sexta-feira (2), mas não conseguiu, o deputado afastado Eduardo Cunha sobre a sessão convocada para o próximo dia 12 destinada a votar seu processo de cassação.

A tentativa foi feita pessoalmente no gabinete e no apartamento funcional ocupado pelo parlamentar em Brasília, mas ele não foi localizado. Ainda restam outras duas tentativas na capital federal.

A notificação foi enviada também pelo correio, com aviso de recebimento. E, na semana que vem, um funcionário da Câmara irá até o endereço informado por Cunha no Rio de Janeiro, onde ele reside. No total, poderão ser feitas três tentativas no Rio.

Se nenhuma dessas alternativas der certo, a notificação, que é uma etapa burocrática exigida pelo processo, será, então, publicada no “Diário Oficial da União”, a fim de se formalizar a comunicação.

O processo disciplinar de Cunha, ex-presidente da Casa, ficou pronto para ser levado ao plenário antes do recesso parlamentar de julho, no entanto, por pressão de partidos da base aliada de Michel Temer, o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou a votação somente para depois da conclusão do processo de impeachment de Dilma Rousseff. (

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA