Cabo Verde: Recta final da campanha para a presidencial

Palácio Presidencial de Cabo Verde (DR)

A campanha eleitoral para as presidências de 2 de Outubro, em Cabo Verde, entrou já na última semana. Os candidatos têm – se desdobrado em encontros, contactos porta-a-porta, e pequenos comícios.

O Reitor da Universidade do Mindelo, Albertino Graça, que quer ser Presidente da República, tem alertado os cabo-verdianos para o que ele considera ser o perigo da concentração de poder numa única área política. Albertino Graça tem feito fortes críticas a Jorge Carlos Fonseca, acusado de ser um “presidente-viajador”, gastador e de sem ética.

Também o ex-combatente da liberdade da Pátria, Joaquim Monteiro, tem seguido a mesma linha, tendo já pedido a Jorge Carlos Fonseca para deslocar do MpD, partido que apoia, Fonseca.
Joaquim Monteiro lembrou, que segundo a constituição de Cabo Verde, o presidente da República tem de estar acima dos partidos políticos.

Por seu turno, Jorge Carlos Fonseca, que tenta a reeleição, tem ignorado as críticas dos adversários, e mostra-se confiante na vitória à primeira volta. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA