Bombardeamento mata líder da principal aliança rebelde na Síria

(AFP)

O comandante do Exército da Conquista, principal aliança rebelde contra o regime do presidente sírio, Bashar al Assad, morreu em um bombardeio no norte da Síria, anunciou nesta quinta-feira a Frente Fateh al Sham (ex-Frente Al-Nosra).

Abu Omar Sarakeb morreu na província de Aleppo, informou no Twitter este grupo jihadista, que em certo momento também integrou o Exército da Conquista.

O Exército da Conquista tem entre suas fileiras organizações islâmicas como a Ahrar al-Cham e a Faylaq al-Cham.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) informou que aviões não identificados realizaram o ataque que matou Abu Omar Sarakeb e outro comandante rebelde, Abu Muslem al Shami, em um bairro de Aleppo controlado pelo Exército da Conquista.

Os ataques aéreos na Síria são realizados por aparelhos do regime, pela aviação russa e por aviões da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos.

O Exército da Conquista, que controla a província de Idleb (noroeste), sofreu esta semana um forte revés ao perder diversos bairros no sul de Aleppo para as forças do regime. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA