Bié: Secretário de Estado consigna obra de abastecimento de água no Cuito

Luis Filipe da Silva - Secretário de Estado das Águas (Foto: Gaspar Dos Santos)

O secretário de Estado das Águas, Luís Filipe da Silva, consignou nesta segunda-feira, no Cuito, província do Bié, a obra do reforço do sistema de abastecimento de água daquela cidade – 2ª fase, na avenida Sangongolo.

A obra que está a cargo da empresa chinesa CR20, está orçada no valor de 39.226.415,09 dólares e tem o prazo de execução de 23 meses para a concepção e construção, 24 meses para operação e manutenção, com capacidade e abrangência do sistema caudal de 648 metros cúbicos por hora e vai beneficiar 306.851 habitantes.

O projecto terá o sistema de captação de água no rio Cuquema, processo elevatório de água bruta entre a captação e a Estação de Tratamento de Água (ETA), adutora gravítica entre a ETA do Cuquema e o reservatório R1, o R1 – 2ª fase terá a capacidade de 4 mil metros cúbicos, reservatório apoiado “RP” com mil metros cúbicos de capacidade, rede de distribuição com 75 quilómetros de extensão e 7.500 ligações domiciliárias.

Luís Filipe da Silva disse, durante o acto, haver a necessidade de cada vez mais maior cooperação, para que a água chegue à todos os cidadãos, no quadro das políticas traçadas pelo Executivo.

Realçou que o programa do Executivo, liderado pelo Presidente José Eduardo dos Santos, tem adoptado um conjunto de medidas para que haja um sistema de dinamização do processo de reconstrução e reposição da economia nacional, combate à fome e à pobreza, tendo em conta que a água é um factor importante e como tal o acesso a ela faz parte do desenvolvimento do país.

Para o secretário de Estado existem objectivos estratégicos de modo que a água possa servir melhor e de forma regular e contínua a maior parte das populações, assim como aumentar o percentual da sua distribuição.

A delegação ministerial chefiada pelo secretário de Estado das Águas, Luís Filipe da Silva, manteve um encontro de cortesia com o vice-governador da província do Bié para as infra-estruturas, Fernando Chatovela, em representação do governador Álvaro Manuel de Boavida Neto, onde foi abordada a situação actual da água nesta região do país. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA