Benguela: Ângela Bragança estimula alunos a valorizarem suas obras

Arquivo: Ângela Bragança - Antiga aluna da escola industrial e comercial de Benguela (Foto: Eduardo Pedro)

A antiga estudante da escola industrial e comercial, Venâncio Deslandes, actualmente Instituto Médio Industrial de Benguela (IMIB), Ângela Bragança, estimulou no sábado, os estudantes daquela instituição a valorizarem o que fazem para que tenha um valor acrescentado e ser apreciado pelo mercado.

Ângela Bragança, actual a secretária de estado para a cooperação, que falava numa palestra sobre o tema “O ensino técnico profissional como factor de empregabilidade”, promovida no âmbito dos 50 anos da escola, disse que os estudantes devem preocupar-se com a qualidade do trabalho e a sua formação.

“ O estudante deve ter a preocupação de ir ao pormenor e fazer aquilo que sabe fazer, seja uma mesa, cadeira ou uma máquina para que tenha um valor acrescentado e que seja apreciado no mercado”, referiu.

Alertou aos jovens que estão na área técnica, a aplicarem o empreendedorismo como valência na sua formação, sobretudo agregando valores naquilo que se faz.

No evento, falou sobre a experiência da sua formação e eventuais responsabilidade que cada um deve exercer e apelou os jovens a aplicarem-se mais na formação académica e profissional.

Fazendo uma comparação do actual ensino com o do seu tempo, explicou que as necessidades hoje são maiores, a formação era essencialmente técnica, sobretudo virada para o mercado de trabalho.

“Quem fazia o curso comercial sabia fazer contabilidade, preencher os livros do comércio e técnicas de vendas e quem saia do industrial sabia montar um quadro eléctrico, entre outras profissões ”, referiu a secretaria de estado para a cooperação.

A antiga escola do comércio actual IMIB foi fundada a 22 Setembro de 1966.

Assistiram a palestra, professores, alunos e antigos estudantes e convidados. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA