Basquetebol: Academia da modalidade projectada para este ano

(RTP)

A 15ª edição do Campus de basquetebol sem fronteiras, realizada em Luanda de 31 de Agosto a 03 de Setembro, deu origem ao projecto de criação de uma academia da modalidade, este ano, informou terça-feira o coordenador do evento (Campus), Gerson Monteiro.

Falando à Angop, sobre os resultados do Campus, cujo objectivo é descobrir talentos pelo mundo, explicou que o país beneficiou de material desportivo suficiente para abertura da academia, que deverá funcionar na Arena do Kilamba.

“Uma das vantagens do país ao albergar o Campus sem fronteiras é o facto de beneficiarmos de material, oferta dos responsáveis da NBA, que vai servir para abertura da academia de basquetebol, ainda este ano. Sem esta oferta não seria possível”, frisou o antigo jogador do Petro de Luanda e 1º de Agosto.

Explicou que estará aberto para candidatos dos 5 aos 20 anos de idade e que o principal objectivo é formar atletas para os clubes. “Queremos criar um espaço que também pode ser aproveitado para os treinos das selecções”, acrescentou, realçando que os candidatos deverão pagar uma taxa de inscrição e mensalidade.

Disse ainda que a NBA vai apoiar o projecto, mas que procuram também investidores nacionais. “Estamos a trabalhar no marketing para atrair patrocinadores, alguns já estão identificados”.

O campo de treinos de basquetebol sem fronteiras contou com 87 jovens, dos quais 33 femininas. Além de Angola teve participantes do Congo Democrático, Moçambique, Nigéria, Senegal, África do Sul, Zimbabwe, Zâmbia, Uganda, Rwanda, Tunísia e Tanzânia. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA