Arranca II Congresso da CASA-CE

Abel Chivukuvuku (OPAIS)

O II Congresso ordinário da coligação eleitoral Convergência Ampla de Salvação de Angola (CASA-CE) arrancou a meio da manhã desta terça-feira, em Luanda, tendo como um dos principais objectivo a transformação da organização em partido político.

Fundada em 2012, a CASA-CE é uma coligação dos Partidos de Aliança Livre de Maioria Angolana (PALMA), de Apoio da para Democracia e Desenvolvimento de Angola – Aliança Patriótica (PADDA), Pacífico Angolano (PPA) e Partido Nacional de Salvação de Angola (PNSA).

O primeiro dia de Congresso será dedicado a eleição do Presidente de organização política.

Para o mais alto cargo na hierarquia da CASA-CE concorrem a sucessão Abel Epalanga Chivukuvuku, 58 anos de idade, mestre em ciências políticas, e Carlos Pinho, 47 anos, formado em contabilidade, administração e direito.

O terceiro candidato é João Calupeteca, 47 anos, formado em informática.

Após a eleição do Presidente seguir-se-á a eleição dos vice-presidentes.

A agenda indica que os trabalhos vão decorrer em três painéis, nomeadamente, o ajustamento dos Estatutos e do Programa da CASA-CE, a estratégia para a próximas eleições gerais de 2017 e a transformação da coligação em partido político.

O conclave a decorrer até quinta-feira sob o lema “Uma Angola para todos” e vai reunir cerca de 850 delegados.

Prevê-se que o evento seja assistido por mais de uma centena de individualidades nacionais e estrangeiras, entre as quais representantes de partidos políticos angolanos e organizações políticas amigas, de Portugal, Moçambique, África do Sul, RD Congo, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe.

O Congresso decorre em Luanda. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA