Apagão em Porto Rico deixa às escuras quase 1,5 milhões de pessoas

(Euronews)

Um incêndio na central termoelétrica de Aguirre, no sul de Porto Rico, provocou quarta-feira um enorme apagão por todo o país, afetando 1475 milhões de clientes da Autoridade pública de Energia Elétrica (AEE) porto-riquenha.

A ilha das Caraíbas terá ficado totalmente às escuras durante a noite e, esta quinta-feira, o governo autorizou os funcionários públicos a retomarem o serviço apenas depois do meio-dia (cerca das 17 horas, em Lisboa) e suspendeu as aulas nas escolas públicas.

O incidente provocou a paragem de diversos serviços, incluindo o abastecimento de água a cerca de 450 mil porto-riquenhos. Os serviços estatais para a gestão de emergências e desastres (AEMEAD) informaram ter o incêndio controlado pelas 17 horas locais (22 horas, em Lisboa) e durante a noite prosseguiram os trabalhos para tentar relançar o abastecimento de eletricidade no país.

A quebra de corrente elétrica provocou, por exemplo, o bloqueio dos transportes públicos, por exemplo, na capital San Juan e muitos estabelecimentos comerciais viram-se mesmo obrigados a fechar portas.

Pelas 22 horas locais, a AEE estimava já ter restabelecido o serviço elétrico a cerca de 6000 clientes e previa para as primeiras horas da manha desta quinta-feira já ter conseguido recuperar o sistema na maior parte da ilha de Porto Rico.

Com o país ainda a trabalhar no restabelecimento do abastecimento da eletricidade, o AEMEAD emitiu um alerta para o perigo de inundações nos distritos de Cabo Rojo, Hormigueirs e Mayaguez, em Porto Rico. O aviso aqpelava ao reforço da atenção sobretudo durante a presente noite. (Euronews)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA