Angola: OMS declarou febre amarela sob controlo

Campanha de vacinação contra a febre-amarela em Angol (DR)

A OMS declarou hoje que a febre amarela está sob controlo em Angola por não se terem registado novos casos desde 23 de Junho. A doença teria provocado a morte a 372 pessoas, 121 destas confirmadas por laboratório.

A doença teria surgido nos arredores da capital, em Viana, em Dezembro de 2015 e alastrou, mesmo, à vizinha República democrática do Congo.

Neste país nenhum novo caso foi registado desde 12 de Julho, garantiu ainda Sylvie Briand, directora da gestão de riscos infecciosos da OMS, o antigo Zaire onde a epidemia matou 106 pessoas.

De acordo com a organização Angola contabiliza um total de 4 065 casos suspeitos de febre amarela desde o início da epidemia.

O mosquito em causa “aedes aegypti” é também transmissor da malária ou da dengue e reproduz-se em águas paradas e concentração de lixo, nomeadamente. (RFI)

Ora Luanda deparou-se neste período com a época das chuvas e uma deficiente remoção dos resíduos que podem ter provocado o alastramento da doença.

Até ao momento 65% da população angolana foi vacinada, mais de 15 milhões de pessoas.

A OMS promete continuar a acompanhar Angola na gestão do dossier.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA