Adolescente é acusado por planear ataque extremista em França

Bandeira da França é vista no Rio de Janeiro, em 27 de julgo de 2016 (AFP)

Um adolescente de 15 anos, detido na quarta-feira na França por planear um ataque extremista, foi formalmente acusado nesta sexta-feira (16) e colocado em prisão provisória.

O jovem que estudava em Paris foi acusado formalmente por associação criminosa relacionada a grupo terrorista, disse à AFP uma fonte judicial.

Esse caso se soma ao de outros dois jovens acusados pelas autoridades de receberem instruções via internet para cometer atentados. Eles teriam entrado em contacto, através do aplicativo Telegram, com Rachid Kassim – francês de 29 anos que saiu do país em 2012 para se unir ao grupo Estado Islâmico (EI), segundo as mesmas fontes.

Suspeita-se que Kassim comande atentados em França pelo aplicativo de mensagens criptografadas, a partir da zona sírio-iraquiana.

O adolescente, nascido no Egipto, não estava registado nos Serviços de Inteligência e era um aluno exemplar.

“Era um dos melhores de sua turma. Queria ter boas notas para agradar seus pais”, contou um de seus companheiros.

Entretanto, a investigação mostrou outra face do jovem, que reconheceu estar em contacto com Kassim através do Telegram, assinalou uma fonte próxima. Os dados de seu telemóvel também mostraram que ele estava pronto para agir.

Considerado como um dos divulgadores mais perigosos do EI, Kassim envia pelo aplicativo instruções específicas para cometer atentados e listas de objectivos principais em França.

Rachid Kassim teria tentado assassinar, em Junho, um policia e sua parceira na região parisiense e também teria dado instruções aos dois assassinos de um padre, degolado em uma igreja na Normandia quando presidia uma missa no final de Julho. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA