Vinte concelhos do continente em risco “máximo” de incêndio

(Reuters)

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre ‘Reduzido’ e ‘Máximo’.
Vinte concelhos dos distritos de Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Leiria, Castelo Branco, Santarém e Faro apresentam hoje risco ‘Máximo’ de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Os concelhos de Castelo de Paiva e Arouca (Aveiro); São Pedro do Sul e Castro de Aire (Viseu); Celorico da Beira, Guarda e Sabugal (Guarda); Miranda do Corvo, Arganil, Góis, Pampilhosa da Serra (Coimbra); Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pêra (Leiria); Sertã, Oleiros e Vila de Rei (Castelo Branco); Sardoal e Mação (Santarém); Monchique (Faro) estão hoje em risco “Máximo” de incêndio, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O Instituto colocou também em risco ‘Muito Elevado’ de incêndio 13 concelhos de Portugal continental.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre ‘Reduzido’ e ‘Máximo’.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia, relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje céu limpo e vento fraco durante a manhã e pequena subida da temperatura em Portugal continental.

No arquipélago dos Açores prevê-se céu muito nublado e aguaceiros nos grupos central e ocidental.

Na Madeira estão previstos períodos de céu nublado e possibilidade de chuva.

Em Santarém espera-se que a temperatura venha a atingir os 39 graus Celsius; 38 em Évora e Beja; 37 em Castelo Branco e Braga; 36 em Coimbra; 35 em Viseu e Bragança; 34 em Lisboa; 33 em Faro; 32 na Guarda; 30 no Porto e Viana do Castelo e 27 no Funchal e Ponta Delgada. (Negocios)

por Lusa

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA