VII Congresso do MPLA fortalece mais o partido

Jesuíno da Silva - Segundo Secretário Provincial do MPLA de Luanda (Foto: Rosário Dos Santos)

O MPLA sairá do VII Congresso Ordinário muito mais forte, porquanto conseguiu-se conjugar para o Comité Central, a ser eleito neste conclave, sangue jovem e a experiência dos mais velhos.

Esta afirmação é do segundo secretário provincial do MPLA de Luanda, Jesuino Silva, quando em entrevista exclusiva à Angop apresentava a composição da delegação da província ao congresso, a decorrer de 17 a 20 do corrente mês, no Centro de Conferências de Belas.

“Esta é uma simbiose entre os militantes que vão despontando, identificados com talentos que podem ser uma mais-valia para os programas do MPLA, enquanto força dirigente do país, e a experiência dos mais velhos”, disse o político.

Para Jesuino Silva, que chefia a delegação de Luanda ao evento, Juntando essas duas particularidades, o partido estará cada vez mais forte e preparado para os próximos desafios no contexto nacional e internacional.

Relativamente a democracia interna do partido, disse que os militantes tiveram a oportunidade de apreciar atempadamente os documentos submetidos ao conclave, nas assembleias de base, comunais, distritais, municipais e na conferência provincial.

“Enquanto delegados, somos os representantes do universo de mais de um milhão de militantes que o MPLA tem na província”, explicou o político, para quem a delegação da capital do país fará jus da confiança depositada, fazendo valer e apresentando as expectativas e contribuições dos documentos já apreciados.

A comitiva de Luanda é composta por 150 delegados, eleitos nas organizações de base, comunais, distritais, municipais e provincial. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA