Venezuela e Irão acordam aumentar cooperação económica

Mohammad Javad Zarif (AFP)

Os governos da Venezuela e do Irã acordaram aumentar sua cooperação económica, durante a visita do chanceler iraniano, Mohamad Yavad Zarif, a Caracas, onde ele encerrou neste sábado uma visita a vários países latino-americanos.

“Conversamos e acordamos integrar plenamente as poderosas empresas iranianas ao plano da agenda económica bolivariana (…) para que venham com seus investimentos, com seu desenvolvimento tecnológico, industrial, a se incorporar à nova etapa de recuperação e de levantamento económico da Venezuela”, disse o presidente Nicolás Maduro durante um ato no palácio presidencial, ao lado de Yavad Zarif.

O presidente reiterou que a crise económica que a Venezuela atravessa, com uma profunda escassez de alimentos e medicamentos e uma inflação que o FMI estima que possa chegar a 700% em 2016, deve-se a uma guerra de empresários e da direita que buscam derrubá-lo, e confiou em que as empresas iranianas possam ajudar a mitigá-la.

“Hoje nós temos esta disposição (…) de que aprofundemos e ampliemos ainda mais as relações políticas” com Caracas e também que aumentemos “o nível de cooperação económica”, disse Yavad Zarif, ao celebrar o acordo assinado por representantes dos bancos centrais dos dois países para “afiançar as relações financeiras” bilaterais, sem dar maiores detalhes.

O chefe da diplomacia iraniana fez em Caracas a última escala de uma viagem que o levou a Cuba, Chile, Equador, Nicarágua e Bolívia.

Os laços entre a Venezuela e o Irã se fortaleceram durante o mandato de Hugo Chávez (1999-2013) e desde que Mahmud Ahmadinejad (2005-2013) assumiu a Presidência do país islâmico, após o que foram assinados vários convénios de cooperação nas áreas energética, tecnológica, auto-motiva, industrial, alimentar e de infraestrutura. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA