Trinta e cinco civis morrem em bombardeamentos turcos na Síria (OSDH)

(AFP)

Trinta e cinco civis morreram e mais de 70 ficaram feridos em bombardeamentos turcos no norte da Síria, onde Ancara lançou uma operação contra jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI) e milícias curdas, informou neste domingo a ONG Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

“Vinte civis morreram e 50 foram feridos por disparos de artilharia e bombardeamentos aéreos turcos na manhã deste domingo em um povoado ao sul da localidade síria de Jarablos”, disse à AFP o director do OSDH, Rami Abdel Rahman.

Além disso, “15 civis morreram e 25 ficaram feridos, a maioria gravemente, em bombardeamentos turcos perto de outro povoado ao sul de Jarablos”, acrescentou.

Este é o maior número de mortos desde o início, na última quarta-feira, da operação militar turca Escudo do Eufrates, que pretende expulsar o EI de sua fronteira e conter o avanço dos separatistas curdos.

Segundo o OSDH, os bombardeamentos turcos se concentram ao sul de Jarablos, ex-reduto do EI na fronteira entre Síria e Turquia e primeira localidade a cair nas mãos dos rebeldes apoiados por Ancara. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA