Tempestade tropical Fiona se forma no Atlântico

(AFP)

A tempestade tropical Fiona, a sexta da temporada, se formou na tarde desta quarta-feira no Atlântico sem ameaçar nenhuma zona costeira, informaram meteorologistas americanos.

No centro do Atlântico tropical, Fiona avança em direcção ao noroeste a 26 km por hora com ventos máximos sustentados de 65 Km por hora, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC), com sede em Miami.

A tempestade se situa 1.480 Km ao oeste de Cabo Verde e não representa uma ameaça para as costas.

“Não há alertas costeiros nem advertências em vigor”, escreveu o NHC em um comunicado.

Está previsto que sua força aumentará nos próximos dois dias, mas que não chegará a se converter em furacão.

A temporada de furacões do Atlântico vai de 1 de Junho a 30 de Novembro, mas este ano o primeiro furacão, Alex, se formou em Janeiro, em um episódio meteorológico incomum.

Inicialmente, o Centro de Predição do Clima da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) calculou que o Atlântico poderia chegar a ter entre 10 e 16 grandes tempestades, mas na semana passada actualizou essa previsão para entre 12 e 17 eventos.

“Ainda se espera que seja a temporada mais ativa desde 2012”, escreveu a NOAA em um comunicado em 11 de Agosto.

Entre o fim de maio e o início de Junho se formaram as tempestades Bonnie e Colin, enquanto Danielle apareceu no final de Junho. Em 3 de Agosto, Earl se transformou em furacão e deixou 45 mortos no México ao longo da semana seguinte. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA