Tempestade tropical Earl mata ao menos 40 no México

Deslizamento no estado de Veracruz (AFP)

Deslizamentos de terra e desabamentos de casas causam ao menos 40 mortos nos estados de Puebla, Veracruz e Hildalgo. Nova tempestade ameaça costa mexicana do Pacífico.

A tempestade tropical Earl provocou deslizamentos de terra que causaram ao menos 40 mortos no centro e no sudeste do México neste final de semana, segundo balanço das autoridades mexicanas divulgado nesta segunda-feira (08/08).

Ao menos 28 pessoas morreram no estado de Puebla, entre elas 15 menores de idade, devido a deslizamentos de terra que soterraram várias casas, disse o governo daquele estado. As intensas precipitações provocaram desabamentos que sepultaram vários imóveis nos municípios de Huauchinango e Tlaola, numa área de serras e de difícil acesso. Equipes de resgate procuram desaparecidos sob os escombros com ajuda de cães.

Mais dez pessoas morreram em circunstâncias semelhantes no estado de Veracruz, sendo seis no sábado e cinco no domingo. Em Hidalgo foi registada uma morte.

A Earl se dissipou no sábado nas montanhas mexicanas, depois de passar por Belize como furacão e pela península de Yucatán e sul do México como tormenta tropical, mas suas intensas chuvas provocaram estragos em Puebla e Veracruz.

Os danos da tempestade se fazem sentir ao mesmo tempo que uma nova tempestade ameaça a costa do Pacífico do país. A tempestade Javier, que se aproxima do México, deverá trazer chuvas e ventos fortes para o sudoeste do país nos próximos dias, segundo centros de meteorologia dos Estados Unidos. (DW)

MD/afp/rtr/lusa/efe

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA