Tem mais de 50 anos? Isto é para si

(CCC)

De acordo com todas as recomendações nacionais e internacionais, todos os indivíduos com mais de 50 anos devem previr a doença e fazer o rastreio do cancro do intestino recorrendo à colonoscopia.

A Sociedade Portuguesa de Endoscopia Digestiva alerta para os dados estatísticos, sublinhando que, todos os dias e no nosso país, morrem 9 a 10 pessoas com cancro do intestino e defende que o rastreio é a única forma de reduzir esta mortalidade, mas também de reduzir a frequência de cancro do intestino. Um rastreio que tem na colonoscopia a solução para, de forma definitiva, prevenir e diagnosticar este tipo de cancro, sublinhando que este é o único método que permite uma observação apropriada do intestino, mas também realizar biopsias e remover os pólipos (polipectomia) que poderão progredir, mais tarde, para cancro do intestino.

Hoje em dia, o objetivo do rastreio do cancro do intestino não é apenas encontrar a lesão maligna na fase inicial, como no rastreio do cancro da mama, mas sobretudo encontrar a lesão benigna, onde tudo começa e que poderá dar origem ao cancro se não for removida. É este objetivo que implica a observação do intestino e, aqui, a colonoscopia continua a ser o único exame que permite observar e, ao mesmo tempo, remover os pólipos, o que permite curar os doentes sem necessidade de qualquer intervenção cirúrgica. De sublinhar ainda que a colonoscopia virtual, que também obriga a uma limpeza intestinal, não permite o diagnóstico de todas as lesões nem o seu tratamento.

Está disponível no Centro Cirúrgico de Coimbra a realização de exames de endoscopia digestiva, incluindo endoscopia digestiva alta e colonoscopia, que podem ser realizados sob anestesia, sempre que tal seja solicitado. A atividade do nosso serviço de endoscopia digestiva é a única no país que já obteve a certificação de qualidade, pela norma ISO 9001, o que traduz, necessariamente, segurança e qualidade para o utente.

Os beneficiários da ADSE podem recorrer ao Centro Cirúrgico de Coimbra para a realização de colonoscopias com recurso a anestesia (sedação), tal como os portadores de credencial do Serviço Nacional de Saúde. (CCC)

por Centro Cirúrgico de Coimbra

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA