Sul-coreanos rapam cabeça em protesto contra THAAD dos EUA

(EURONEWS)

Foi rapando as cabeças que quase um milhar de sul-coreanos, segundo a organização da manifestação, protestou contra a unidade antimíssil dos EUA que deverá ser instalada na localidade de Seongju, no sudeste da Coreia do Sul. Uma manifestação não contra a criação desta infraestrutura militar na cidade mas no país:

“O THAAD não deve ser implantado de todo, nem em Seongju, nem noutro lugar na Coreia do Sul. Nós, os moradores, reunimo-nos aqui e rapámos as cabeças para nos manifestarmos contra a sua implantação”, adiantou um dos manifestantes.

Segundo os manifestantes mísseis de longo-alcance e grande envergadura não ajudarão a combater a ameaça que vem da vizinha Coreia do Norte. Prevê-se que o sistema antimíssil dos EUA esteja operacional no final de 2017, com o acordo das autoridades sul coreanas.

A tensão tem vindo a aumentar na península coreana, principalmente depois da Coreia do Norte ter iniciado testes nucleares, quatro desde janeiro. Seguidos pelo lançamento de um satélite e de testes de mísseis. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA