Primeiro-ministro da Turquia diz que Jarablus deve ser libertada dos curdos

(AFP 2016/ Marwan Ibrahim)

O primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, declarou nesta quarta-feira (24) que a cidade síria de Jarablus, libertada por rebeldes da oposição síria do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico), também deve ser libertada das forças curdas de autodefesa.

“A oposição dominou Jarablus e começou a controlar outros assentamentos nesse região. Mas todo o perímetro em volta da cidade deve ser libertado das forças de autodefesa dos curdos sírios” – disso o primeiro-ministro em entrevista ao canal de TV Haberturk.

Yildirim destacou ainda que o objectivo da operação militar da Turquia na Síria é de “realizar uma limpeza ao longo um trecho determinado da fronteira turco-síria” do Daesh e das forças curdas de autodefesa, consideradas por Ancara como uma organização terrorista, ligada ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão, proibido na Turquia.

A Turquia iniciou na madrugada de hoje, com o apoio da aviação da coligação internacional liderada pelos EUA, uma ofensiva para libertar Jarablus da ocupação do Daesh. De acordo com o presidente turco Tayyip Erdogan, a cidade já encontra-se sob o controle da oposição síria.

Mais cedo, o ministro turco das Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu, declarou que as forças curdas de autodefesa devem deixar as regiões ao norte de Eufrates. O vice-presidente dos EUA, Joseph Biden, disse que se a exigência não fosse cumprida, os EUA retirariam seu apoio aos curdos sírios. (SPUTNIK)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA