Posso usar o protetor solar do ano passado?

(CCC)

O prazo de validade de um protetor solar, após o fabrico, é de três anos. Mas isso não significa que podemos usar esse mesmo produto durante esse período, tudo depende da utilização e do acondicionamento que lhe damos.

Existe um símbolo em quase todos os produtos de cosmética que não podemos menosprezar. E sempre que reparar que o produto que usa tem o símbolo 12M, isso significa que é recomendado um prazo de utilização, após a abertura, de um ano, mas em condições normais. Ou seja, quando o produto está exposto a menos de 25 ̊C e sem exposição solar. Não é isso que acontece com um protetor solar se o levarmos para a praia.

Ao fim de 15 dias de uso na praia, o protetor solar decompõem-se facilmente e já não é eficaz, uma vez que os seus filtros químicos se alteram. O produto já não cumpre o efeito de proteger, mas poderá ser usado como um simples creme hidratante.

Sugerimos que coloque o protetor solar antes de sair de casa e deve repô-lo de duas em duas horas, mas deve ter em conta que o protetor que usou o ano passado e que levou sempre para a praia, não está decididamente nas melhores condições e poderá não cumprir a sua função de proteger.

Com este mau acondicionamento, o que acontece ao protetor solar será o equivalente ao que acontece a um iogurte que levamos na carteira para a praia. Ainda está no prazo de validade, mas não é recomendado beber esse iogurte ao fim do dia, depois de exposto ao sol e a altas temperaturas. Tanto o iogurte, como o protetor solar decompõem-se se não forem respeitadas as melhores condições de acondicionamento. Não deve beber o iogurte e não deve usar o protetor solar que levou para a praia o ano passado. Boas férias! (CCC)

Evelina Ruas

(Dermatologista)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA