Portugal: incêndios arrasam mais de 95.000 hectares em agosto

Bombeiros apagam fogo em incêndio de Calheta, Portugal, no dia 12 de agosto de 2016 (AFP)

Os violentos incêndios que arrasaram Portugal na primeira quinzena de Agosto queimaram mais de 95.000 hectares em seu território continental – anunciou o órgão encarregado do sector, nesta quinta-feira (18).

O norte de Portugal concentrou quase 70.000 hectares queimados de 1º a 15 de Agosto, 41.000 deles na região de Aveiro, informou o Instituto de Conservação de Natureza e Bosques (ICNF) em um informe.

Na ilha da Madeira, onde os incêndios deixaram três mortos, 5.400 hectares ficaram reduzidos a cinzas, segundo uma estimativa do Sistema Europeu de Informação sobre Incêndios Florestais (EFFIS).

Nessa região autónoma na altura da costa marroquina, os incêndios letais forçaram a retirada de mais de mil pessoas, incluindo turistas estrangeiros, além de destruir um hotel e danificar 300 casas.

Os incêndios não deixaram mortos no território continental, onde várias casas pegaram fogo, e povoados e pelo menos um hotel foram evacuados.

Em 2003, ano recorde de incêndios em Portugal, queimaram 440.000 hectares. Este ano, mais de 103.000 hectares do território continental foram devastados desde o início do ano.

Segundo os dados do EFFIS, que se baseia em imagens de satélite, a superfície queimada em Portugal desde o início de 2016 representa a metade da área consumida nos 28 países da União Europeia no mesmo período. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA