Portfólio dos bancos apresentado em feira

Pavilhão do Banco Keve na Expo-Huíla foi dos que recebeu muitos dos visitantes que buscavam por informação. (Foto: D.R.)

Os produtos “Keve Kanuco” e “Keve às mãos – SMS” foram dois dos vários que perfilam o portfólio do banco apresentados aos visitantes à Expo-Huíla, que encerrou no domingo último, na cidade do Lubango.

Na ocasião, o administrador do banco, Óscar Rodrigues, que liderou a equipa destacada no evento, disse que o Keve continuar focado no apoio ao programas de iniciativa do Executivo e naqueles privados cuja viabilidade é comprovada.

“A nossa incidência é estar presente junto dos clientes e apoiar os micro, pequenos e médios empresários, dando aqui um grande enfoque ao Angola Invest, que é um programa que visa potenciar o crescimento de empresas”, frisou.

Na Expo-Huíla/2016, o Banco Keve dispôs, igualmente, de uma série de produtos, casos dos créditos geral, automóvel, habitação e o pessoal, tendo assegurado que na sua estratégia operacional o reforço da capacidade de financiamento aos projectos que geram postos de trabalho, criem riqueza e contribuam para a renda nacional merecem prioridade.

Às empresas, Óscar Rodrigues lembrou que um dos serviços a que o banco procura maximizar, aproveitando o certame para o divulgar, é o do reforço de tesouraria, subscrição, através da qual os gestores podem resolver compromissos com terceiros sem que necessariamente possuam dinheiro disponível no momento da liquidação.

Os produtos “Keve Kanuco” e “Keve às mãos – SMS” foram dois dos vários que perfilam o portfólio do banco apresentados aos visitantes à Expo-Huíla, que encerrou no domingo último, na cidade do Lubango.

Na ocasião, o administrador do banco, Óscar Rodrigues, que liderou a equipa destacada no evento, disse que o Keve continuar focado no apoio ao programas de iniciativa do Executivo e naqueles privados cuja viabilidade é comprovada.

“A nossa incidência é estar presente junto dos clientes e apoiar os micro, pequenos e médios empresários, dando aqui um grande enfoque ao Angola Invest, que é um programa que visa potenciar o crescimento de empresas”, frisou.

Na Expo-Huíla/2016, o Banco Keve dispôs, igualmente, de uma série de produtos, casos dos créditos geral, automóvel, habitação e o pessoal, tendo assegurado que na sua estratégia operacional o reforço da capacidade de financiamento aos projectos que geram postos de trabalho, criem riqueza e contribuam para a renda nacional merecem prioridade.

Compromisso com a qualidade

O administrador do Banco Keve advoga que os trabalhadores da instituição estão a ser capacitados permanentemente, visando a melhorias na competitividade, eficiência e eficácia do serviço prestado.

“Continuamos a financiar os agricultores e associações, tal como aconteceu, recentemente, com os beneficiários da comuna da Funda, em Luanda. O banco está aberto para a concepção de créditos para apoiar os empresários”, revelou.

Outros operadores

A oferta de serviços e produtos como depósitos a ordem e a prazo, seguro automóvel, poupança & investimento, crescer poupança mais, créditos ao consumo, escola, futuro, salário e salário antecipado, além do automóvel, são dos que o Banco de Poupança e Crédito (BPC) disponibilizou aos feirantes da Expo-Huíla.

Já o Banco Sol aproveitou o certame para promover a aplicação que facilita os clientes na hora do pagamento dos impostos. Olhando para a utilidade desta ferramenta e considerando a contribuição fiscal um princípio de cidadania, os gestores do banco líder do micro-crédito garantem reforçar a aproximação com clientes, fundamentalmente empresas.

O Multi-risco habitação, Seguros empresas e o cartão multicaixa foram dos serviços à mostra do Banco Internacional de Crédito (BIC), que na Expo-Huíla aproveitou interagir com o amplo público e lembrar da sua vocação natural, que é o apoio aos importadores.

O banco privado, que segundo dados é apontado como o único já presente em todas as capitais e sedes de município, também expôs na Huíla o seu forte na agricultura, na pecuária, na indústria e áreas afins, assegurando aconselhamento de especialistas em operações financeioras para estas áreas. (jornaldeeconomia)

Por: Arão Martins

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA