Obras da barragem de Laúca em fase conclusiva

Interior da Barragem de Laúca (Foto: GASPAR DOS SANTOS)

As obras de construção da barragem hidroeléctrica de Laúca, município de Cacuso (província de Malanje), iniciadas em 2014, encontram-se em 75 porcento de execução física, prevendo-se a sua conclusão e geração de energia em Julho de 2017, com o arranque da primeira turbina com capacidade de 334 megawatts.

A informação foi dada na sexta-feira, à Angop, pelo director do projecto hidroeléctrico de Laúca, Elias Estevão, referindo que nesta altura está em fase final a construção da tomada de água e da barragem, pelo que até ao final deste ano ficam concluídas todas as obras civis que permitirão o enchimento da albufeira em Janeiro de 2017.

Relativamente as obras de montagem electromecânica (grupos geradores), o responsável disse que a sua execução atingiu os 54 porcento, numa altura em que estão também em curso a edificação do lote A da linha de transporte de energia que liga as subestações de Laúca/Capanda e Capanda/Cambambe, bem como a linha que vai alimentar a província de Luanda, a partir de Cambambe (Cuanza norte).

Elias Estevão assegurou que o transporte de energia para a cidade de Malanje será garantido por duas linhas que saem de Laúca e Cacuso, passando por Capanda, através de duas subestações, das quais uma por se ampliar e outra a ser construída.

A Barragem de Laúca, que vai alimentar o país a partir de 2017, tem uma capacidade total de geração de 2 mil e 71 megawatts e ocupa uma área de 24 mil hectares, incluindo a albufeira de 6 mil milhões de metros cúbicos e uma área inundada de 188 quilómetros quadrados, com uma altura de 135 metros, equivalente a um prédio de 44 andares. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA