MPLA no Belas capacita militantes em matéria de organização e desafio eleitoral

MPLA (DR)

Os militantes do MPLA no município de Belas, em Luanda, reuniram-se hoje, sexta-feira, para abordar as teses ligadas ao melhoramento da vida interna e inserção do MPLA na sociedade e aos desafios políticos eleitorais.

No primeiro encontro metodológico municipal de capacitação sobre a organização do trabalho, que decorre na comuna do Ramiro, os participantes foram capacitados também sobre o regulamento e funcionamento das estruturas de base.

Os procedimentos da organização no que toca a quotização e contribuições ao partido, assim como a criação da gestão da informação nas redes sociais na actualidade política e outros regulamentos, foram igualmente analisadas.

No acto de abertura o primeiro secretário municipal do MPLA no Belas, Mateus da Costa , considerou o factor formação de quadros um dos elementos chaves das estratégias de solidificação, da coesão e da disciplina no partido, visando a vitória em todos os domínios e predominâncias político-sociais.

Referiu que o inicio do processo de registo eleitoral nos próximos dias, exige do partido concepção de uma estratégia para dinamizar o processo e para a maximização dos resultados.

“Temos necessidade de aperfeiçoar os aspectos ligados a vida interna do partido, devemos divulgar com maior pertinência as orientações sobre a actual vida política nacional, para que cada dirigente , quadro , militante ,amigo e simpatizante seja um condutor da promoção e do anúncio dos feitos e conquistas alcançadas ao longo dos tempos”, frisou.

Disse que desta forma, procura-se fortalecer a democracia interna, a unidade e coesão no seio do MPLA intensificando o trabalho político e partidário no seio dos militantes e amigos do município de Belas.

Para Mateus da Costa um partido com matriz de vencedor é aquele que mantém uma postura própria , dinâmica, evolutiva, permanente e coerente a todos os níveis .

A acção formativa que reuniu dirigentes e quadros do partido do município a todos os níveis, abordou também temas como a nova divisão política administrativa e planos e tarefas essenciais para a preparação e realização das eleições gerais e autárquicas. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA