Morre duque de Westminster, bilionário britânico de 64 anos

Duque de Westminster Gerald Cavendish Grosvenor (AFP)

O bilionário britânico Gerald Cavendish Grosvenor, duque de Westminster, faleceu nesta terça-feira (9), aos 64 anos – anunciou um porta-voz.

O duque de Westminster morreu em um hospital de Lancashire, no noroeste da Inglaterra, declarou uma porta-voz da família, citada pela agência Press Association (PA).

“Ele foi levado (para esse hospital) da propriedade de Abbeystead, em Lancashire, onde ficou doente de repente”, disse o porta-voz, sem especificar a doença.

A família “pede o respeito de sua vida privada e a compreensão nesse momento muito difícil”, acrescentou.

Gerald Cavendish Grosvenor e sua família estão na 68ª posição da lista de bilionários da revista Forbes, com uma fortuna estimada em US$ 10,8 biliões.

Entre outras propriedades, Grosvenor possuía quase 77 hectares na Belgrávia, um dos bairros mais caros de Londres, ao lado do Palácio de Buckingham.

Os Grosvenor têm laços estreitos com a família Real. Um dos filhos do duque, Hugh Grosvenor, é padrinho do príncipe George, primeiro filho do príncipe William, segundo na linha sucessória ao trono, e de sua mulher, Catherine.

A rainha Elizabeth II e seu marido, o duque de Edimburgo, enviaram uma mensagem de condolências à família Grosvenor, informou uma porta-voz do Palácio de Buckingham. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA