Ministro admite necessidade de melhorar condições nos núcleos do ISCED-Huíla

Adão do Nascimento, ministro do Ensino Superior (Foto: Angop)

O ministro do Ensino Superior, Adão do Nascimento, admitiu quarta-feira, na cidade do Lubango, a necessidade de se melhorar significativamente as condições técnicas e pedagógicas no Isced da Huíla e seus núcleos municipais, para assegurar maior qualidade na formação do homem.

Adão do Nascimento fez esta apreciação no final da sua visita de três dias à província da Huíla, que visou constatar o andamento do ensino superior, atribuindo tarefas ao Ministério do Ensino Superior, a direcção geral do ISCED do Lubango, bem como para a reitoria da Universidade Mandume Ya Ndemufayo e para o governo da província.

O responsável informou que trabalharam intensamente para que se possa fechar este dossier com a apresentação de perspectivas para o ensino superior nos municípios, pois a avaliação que se fez é de que têm que melhorar significativamente as condições de trabalho dos professores, para uma qualidade que não fique aquém do que se faz na sede da província da Huíla.

Explicou que tais tarefas circunscrevem-se na melhoria das condições técnicas pedagógicas, desde as infra-estruturas, meios de ensino, laboratoriais, de bibliografias para as bibliotecas, de professores que devem estar permanentemente em cada um destes municípios e também repensar o conceito de instituição de ensino que deve existir em cada um dos municípios em função da legislação em vigor no país.

Durante a sua estada, Adão do Nascimento visitou os núcleos do ISCED, que funcionam há quatro anos, nos municípios da Matala, Caconda e Caluquembe. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA