Ministério da Família reinaugura loja Kikuia na Quiçama

Filomena Delgado - Ministra da Família e Promoção da Mulher (Foto: Rosário Dos Santos/Arquivo)

A ministra da Família e promoção da mulher Filomena Delgado reinaugurou neste sábado, na comuna do Cabuledo, a loja Kikuia numa iniciativa das actividades de apoio financeiro do PMIDRCP que permite ajudar as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconómico extrema.

Através de transferências mensais de valores monetários, serão beneficiados na comuna de Cabo Ledo cerca de 750 famílias com Cartões denominado “Cartões Kikuia”, no sentido de reduzir a pobreza no seio das famílias mais carenciadas e melhorar a dieta alimentar bem como reforçar o papel da mulher na inversão da vulnerabilidade alimentar.

Para a coordenadora do projecto do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza (PMIDRCP), Filomena Delgado, o acto faz parte das prioridades de seu pelouro, tendo em conta os trabalhos que os outros departamentos ministeriais e membros da comissão fazem no sentido de se articular as acções e recursos para beneficiar de forma mais eficiente todas as famílias.

Filomena Delgado fez saber ainda que a loja Kikuia é apenas um subprograma do vasto projecto que é o combate a pobreza, visto que existe outras intervenções no sector produtivo no sentido de apoiar a agricultura familiar e outras pequenas iniciativas como a criação de animais de pequeno porte.

No âmbito da geração de renda o programa conta ainda com um projecto de formação sobre empreendedorismo em pequenos negócios para que os cidadãos tenham acesso ao micro-crédito.

A nível nacional, serão abrangidos 500 mil famílias e que actualmente estão cadastrados cento e uma famílias que se encontram em condições de vulnerabilidade.

Em declarações à Angop, o director da unidade técnica nacional de luta contra a pobreza, Boa António Pedro, falou que a reinauguração da loja Kikuia poderá trazer grandes benefícios no âmbito da melhoria das condições de vida da população com realce para aquelas mais carenciadas quanto a dieta alimentar.

O responsável fez saber ainda que a nível da província de Luanda as lojas Kikuia estão distribuídas entre o município de Icolo e Bengo e Quiçama com duas lojas cada. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA